Cerridwen

Essa semana tirei essa carta do tarô das deusas.  Honro aqui, publicando essa mensagem, o momento que estou vivendo,

profunda transformação.

Momento de escutar as vozes do corpo.

Aceitar e vivenciar o que a vida tem  para mostrar.

Quem somos nós diante dessa grandiosa Deusa.

Grãozinho de areia  humildemente  entregando

a ignorância em vossas mãos.

Que possa me recriar  em esse  sagrado caldeirão, a vida, as formas, o coração.


MORTE E RENASCIMENTO

Eu lhe dou a vida
Eu lhe dou a morte
é tudo uma coisa só
Você anda pelo caminho em espiral
o caminho eterno
que é a existência
sempre se transformando
sempre crescendo
sempre mudando
Nada morre que não nasça outra vez
nada existe sem ter morrido
Quando vier até mim
eu lhe darei as boas-vindas
então a acolherei no meu útero
meu caldeirão de transformação
onde você é misturada e peneirada
fundida e fervida
derretida e triturada
reconstituída e depois reciclada
Você sempre volta para mim
você sempre vai embora renovada
Morte e renascimento
não são nada mais que pontos de transição
ao longo do Caminho Eterno